Ale Koga

Ale Koga

Escreve sobre sua vida, seu Universo e tudo que contém nele. Vive na ponte-aérea Criciúma/SC - São Paulo/SP.

Categorias:

Criciúma – São Paulo: 1 ano depois

E lá se foi 1 ano… 9 meses desde que escrevi esse post aqui. Muita coisa mudou desde lá e ao que tudo indica os próximos 365 dias prometem!

No dia 24 de Agosto de 2013 eu estava pegando o “teco-teco” (apelido carinhoso que dou para o avião da Azul que vem aqui pra Criciúma) meio sem saber direito como ia ser essa aventura e SE ia ser.

aviao azul linhas aereas criciuma sao paulo ale koga
foto do dia em que comprei só a passagem de ida

A única certeza que eu tinha era um emprego. Não tinha onde morar, não conhecia ninguém a não ser o Guilherme e a família dele. Ainda bem! Porque até hoje, se não fosse a ajuda deles não teria conseguido. Com o coração apertado de tanta saudade e medo, eu vim rumo a uma nova vida.

Primeira vez vivendo longe da minha família, amigos, sem ajuda financeira de ninguém e dependendo apenas de mim e da minha vontade de mudar e fazer/ser melhor. E se tivesse que fazer um resumo do que aconteceu, facilmente poderia parafrasear Lulu Santos em Assim Caminha a Humanidade:

Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim

Ok! Não me julguem. Passei e ainda passo alguns bons perrengues e confesso que nem tudo foram flores ou são, mas estou trabalhando pra isso.

Cresci muito em todos os sentidos e aspectos. Inclusive físico. (faz 1 ano que o Pilates faz parte da minha vida e gradativamente estou ganhando uns milímetros de altura alongamento junto com a qualidade de vida e saúde).

E junto com essa conciência corporal também veio a espiritual e mental. Estou muito mais focada e decidida e defensora dos meus valores e princípios. Se antes eu era uma bundona que engolia sapo atrás e sapo, agora cada vez mais faço valer a minha vontade. Se não tá bom pra mim é porque não serve.

Criciúma me acolheu timidamente. Ainda temos nossas diferenças, ainda sinto falta de muita coisa, mas a vida compensou isso colocando pessoas muito boas no meu caminho e me dando oportunidades de fazer toda essa mudança ter um saldo positivo no final das contas.

Pensei em várias formas de resumir esse 1 ano e  ser justa ao agradecer tudo e  todos que fizeram parte dessa mudança comigo e a melhor forma que eu encontrei foi essa: todas as fotos que postei no meu Instagram durante esse 1 ano. Claro que aí não está nem 1% de tudo, mas ao mesmo tempo resume tudo.

ale_koga on Instagram
1 ano em 150 fotos

Ao olhar pra cada foto, consigo lembrar do momento e das pessoas que estavam comigo me ajudando nesse processo. E a todos vocês, sou eternamente grata!

E dos desejos para os próximos 365 dias? Um cantinho maior com mais janelas e uma área de serviço, conseguir ir mais vezes pra São Paulo ver minha família e amigos, conseguir trazê-los pra cá pra me visitar, arrumar meus dentinhos e o maior clichê de todos: SER FELIZ!

 

 

Posts recomendados:

Gostou do que leu? Deixe seu comentário =)

2 Responses

  1. Nossa, um ano…e aquele clichê :”como passou rápido”. Mas passou, né?!
    Fico muito contente de ver que você se jogou em algo novo e conseguiu estar de braços abertos para tudo que isso te ofereceu. Está evidente que você cresceu e está cada dia mais feliz, que esse processo continue tão intenso quanto este primeiro ano e que a vida traga sempre uma dose de novidades, seja ela em qualquer canto desse mundo. Do lado de cá eu te vejo como um exemplo e fico bem de te ver tão bem. E concluo que faz mais de um ano que não nos vemos e que não tem uma foto nossa no top 150, espero que daqui um ano eu esteja em um dos quadradinhos, sendo eu aí, ou você aqui.

    Beiiiijo

    1. Que feliz que eu fiquei em ler o seu comentário aqui e principalmente saber que sou um exemplo. Eu tenho aprendido muito com tudo isso e saber que escrever sem pretensão de que alguém vá ler e ainda mais me tomar como exemplo é uma recompensa e tanto. Com certeza a gente precisa de muitas fotos seja eu aí ou você aqui, mas o mais importante: você tá no top 150 do meu coração e isso não tem preço que pague!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.