Ale Koga

Ale Koga

Escreve sobre sua vida, seu Universo e tudo que contém nele. Vive na ponte-aérea Criciúma/SC - São Paulo/SP.

Categorias:

1 foto por semana: 4/52 – Tsuru

E a foto de número 4 foi tirada também com o meu Lumia 520 + app Lumia Camera na última sexta-feira de Janeiro e ao escrever esse post que me dei conta como esses 30 dias voaram. Tanta coisa aconteceu que a sensação é que passaram-se muito mais dias.

O tsuru é um origami tradicional japonês e acho que depois das coisas básicas da vida foi uma das primeiras coisas que meu pai me ensinou a fazer.

O significado do tsuru

Sadako Sasaki tinha apenas 2 anos quando a bomba atômica foi lançada sobre Hiroshima, no Japão, em agosto de 1945. Ela não se feriu e levou uma vida normal, inclusive praticando atletismo.

Em 1955, com 12 anos, após participar de uma prova de corrida, sentiu cansaço e tonturas. O mal estar não passou nos dias seguintes. Levada ao hospital, foi diagnosticada com a “doença da bomba atômica”, a leucemia.

Sua melhor amiga, Chizuko, foi visitá-la levando papéis de origami e contou para Sadako a lenda dos mil tsurus. Chizuko explicou que o tsuru era uma ave sagrada, que vivia mil anos e que, se uma pessoa dobrasse mil aves de papel, teria um desejo concedido.

Sadako cultivou a esperança de que os deuses lhe concederiam a cura e então passou a fazer os origamis com ajuda de sua família e amigos que iam visitá-la no hospital. Ela morreu em 25 de outubro de 1955, antes de completar os mil tsuru.

O mais importante é que Sadako nunca desistiu e continuou a dobrar enquanto pôde os papeizinhos em formato de tsuru.

Inspirados na sua coragem e força, seus amigos montaram e publicaram um livro com as cartas escritas por ela. Dessa maneira, eles começaram o sonho de construir um monumento para Sadako e para todas as crianças que morreram em consequência da bomba atômica.

Solidários com a causa, muitos jovens japoneses passaram a arrecadar dinheiro para o projeto.

Em 1958, a estátua de Sadako segurando um tsuru dourado foi construída no Parque da Paz em Hiroshima. Crianças envolvidas na campanha fizeram um desejo que ficou escrito para sempre na estátua: “Esse é o nosso grito. Essa é a nossa reza. Paz no mundo!”

E esse texto foi retirado daqui, ó!

O cenário de fundo é a BR 101 SC :]

tsuru br 101 céu 1 foto por semana ale koga

 

Posts recomendados:

Gostou do que leu? Deixe seu comentário =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.