San Diego: Day 7

Bom, hoje o meu dia foi beeem atípico e digamos que foi o meu maior teste de sobrevivência com o inglês até agora. Pela manha fui com a Renata (brasileira) pra San Izidro, onde tem um shopping gigante cheio de outlets das marcas fudidas. Eeeee, bebidas SEM taxa e muito baratas! Aceito sugestões de como viajar com uma mala cheia de garrafas sem quebrá-las ;] Segurei a bronca e comprei o que precisava: uma calça e um cinto. Eee, enquanto andava achei um novo amigo!!! Ficamos lá o dia todo até umas 19h e almocei no Mc daqui e é beem gostoso. Durante a caminhada, parei algumas vezes para ir ao banheiro e percebi algo errado. Não costumo ir tantas vezes no banheiro em tão pouco tempo e além disso doeu um pouco nas últimas vezes que fui. Bom, não pensei duas vezes. Peguei o cartão do seguro de saúde (sim, paguem por um se viajarem) e liguei pra Intercare e pedi por um médico. Eles me atenderam super bem e me disseram que em 50 min alguém da central daqui dos EUA ia me ligar. 1h depois lá estava eu testando meu inglês explicando pra guria o que eu tinha. Ela me indicou o Scripps Hospital na 5th Avenue (teoricamente não tão longe de casa). Peguei o trolley de volta com a Renata e vimos no mapa que era perto da casa dela. E lá fomos nós… E adivinhem: não era tãão perto. Perguntamos trocentas vezes e só um moço de outro hospital deu a informação correta. Andamos e andamos e andamos… O hospital era no 4077 e...

San Diego: Day 8

Now playing: Twilight Galaxy – Metric 20h01 (horário local) UOU! E eu que achei que ontem foi um dia atípico, hein!? Mal sabia o que o Universo tava preparando pra mim. Hoje acordei bem melhor mesmo sem ter começado a tomar os antibióticos (vai entender…) então aproveitei pra dormir até um pouco mais tarde. Acordei lá pelas 11h, tomei coragem e um suco de laranja e fui na farmácia comprar os remédios. Hunf, cheguei lá na farmácia e a parte que vende remédio com receita tava fechada porque é Páscoa e enfim… sei lá, acho que o Coelhinho da Páscoa deve ter alguma lei que proíbe eles de abrirem. ¬¬” Bom, voltei pra casa sem remédio e sem a fome que eu tava a hora que eu saí, Até pensei em almoçar no Hooters que tem aqui perto e conferir se as gurias são peitudas mesmo e se a comida é boa. Desisti, outro dia eu vou lá e conto pra vocês. Cheguei aqui por volta das 14h30 e tinha combinado de encontrar a Renata (brasileira) umas 16h pra dar uma volta por aí. Por volta das 15h45 tava conversando com o Fred na webcam quando de repente sinto as coisas se mexerem de um lado pro outro. Olhei pra janela e vi a janela tremendo mas a ficha não tinha caido que era um fucking terremoto! Quando escutei as coisas cairem no banheiro, vi as gavetas se abrindo, o Fred falando que a porta atrás de mim abriu e escutei as pessoas falando no corredor que comecei a entender. Nessa hora eu nem pensei. Mentira, pensei. Twittei, me...

San Diego: Day 9

Now playing: Save you Scissors – City and Colour 17h16 (horário local) Hey kids! Bem que o ditado diz que depois da tempestade sempre vem a bonança, né? Depois de um fim de semana bem movimentado e atípico a segunda-feira foi bem pacata e tranquila. Ontem fiquei até tarde na internet e conversei com a @alinnee (que conheci graças ao terremoto, via @fabiocamargo). Ela tá em Santa Barbara e me deu ótimas dicas sobre a Califórnia e parece que se eu me programar direitinho vou conseguir aproveitar muito mais do que eu imaginava. Tomara que ela consiga vir pra cá fim de semana que vem, assim tenho companhia pra ir pro pub irlandês e encher a cara de Guinness :] Acordei um pouco mais cedo pra dar tempo de passar na farmácia antes da escola e pegar meus remédios e quando abri a janela vi o chão molhado e o vento batendo nas árvores. Acho que hoje está sendo o dia mais frio desde que cheguei aqui. Fiz o ritual “banho-café-que roupa eu vou hoje”, tomei coragem e sai. Cheguei na farmácia e descobri que os antibióticos e remédios com receitas não estão “prontos” igual a gente compra no Brasil e demoraria em torno de meia hora pra fazê-los e como eu já tava atrasada pra escola, falei que passava lá depois pra pegar. Cheguei na escola no horário e me deparo com uma nova professora. ¬¬”’ Foram três até agora, já que o meu professor mesmo (que eu nunca vi) é também professor do certificado da Cambridge e tá dando aula nessa turma, não apareceu ainda. Essa professora...

San Diego: Day 10

Now playing: Alexisonfire – It Was Fear Of Myself That made Me Odd 19:18 (horário local) Décimo dia! Caraca, só tenho mais 15 dias aqui!! Bom, se não tiver mais nenhum terremoto como o de domingo tá valendo! Já até acostumei com os “levinhos” que tem de madrugada. (brincadeira, dá frio na barriga pra caralho!) Hoje, eu não sei porque motivo acordei 5h13 e não consegui mais dormir. Fiquei enrolando na cama até as 7h30 e aí fui pra labuta. Logo que cheguei a teacher de primário disse que eu tinha até segunda-feira pra fazer minha presentation. Okay, o que é a presentation? É tipo um TCC mas BEM mais de leve. Eu preciso fazer uma apresentação sobre alguma coisa do meu país de no máximo 15 minutos pra ter o certificado. Escolhi a Patre Primordium, dos queridissimos Fred e Ana. :] Provavelmente apresente na sexta-feira, porque na segunda-feira tenho professor novo (¬¬””) e ele mal me conhece e enfim… E hoje é terça-feira e aqui em San Diego toda terça é “Taco Thursday”, logo, tacos por $2. Na hora do break tinha meio que combinado com o Alfredo (venezuelano) de irmos num restaurante em Old Town mas ele me abandonou e acabei indo no Baja Fresh mesmo e só pra contrariar comi burrito XD Confesso que to desleixada quanto as coisas que ainda preciso fazer e conhecer por aqui. Hoje de novo não me programei e “perdi” o dia. :/ Só tenho 15 dias e um monte de coisa pra ver, conhecer e tirar foto e quero me organizar o quanto antes. Depois da escola fui ao shopping...

San Diego: Day 11

Now playing: Help I’m Alive – Metric 21h05 (horário local) Hoje o tempo tava perfeito para ficar na cama dormindo. Enrolei o máximo que consegui mas teve uma hora que eu tive que levantar e ir pra escola. Me dei o luxo de tomar café na Starbucks. Leia-se: Esqueci de comprar pão no mercado ontem, então tava sem nada pra comer. Aqui eles tem um sanduíche que chama “English Classic Sauce” que é hambúrguer com aquele ovo fofinho, sabem? O barista de lá dá risada porque eu peço sem o hambúrguer. XD Cheguei 15min mais cedo na escola e tomei o café de boa. Eu nem tava com fome, mas preciso comer antes de tomar os remédios (que aliás tão fazendo um belo de um rombo no meu estômago). Bom, hoje eu vou escrever sobre o inglês. (idioma :P) É engraçado, porque na escola eu sou uma topeira e daquelas com os maiores dentes do mundo. Quando tenho que falar sai tudo errado, não lembro das palavras, meu sotaque parece de mexicano-boliviano-sul coreano, um horror! Maaaas, quando não tem a pressão da escola e de estar certo o tempo todo as coisas fluem. Viro a maior cara de pau do mundo e saio falando, perguntando, lendo e escutando. CLARO que não falo 100% certo mas as pessoas me entendem, consigo me explicar e ser entendida e isso não tem preço. Portanto, meu conselho pra quem quer viajar pra aprender QUALQUER idioma: escolham um curso semi-intensivo (de preferência com aulas de manhã) e saiam o resto do dia pra falar, conhecer, observar, ouvir. A parte da escola é super legal...

San Diego: Day 12

Now playing: som ambiente do Seattle’s Best da Borders 21h08 (horário local) Ain, posso confessar? To sem paciência pra escrever hoje. Pronto, falei. :P Nada pessoal, pessoas! É que passei o dia todo na frente do computador fazendo a apresentação pra presentation amanhã e o meu cérebro tá esgotado. Acho que sem brincadeira devo ter tomado 1L de café hoje O___O Só resumindo, de manhã na escola foi super engraçado. Me divirto com o Alfredo (venezuelano) na aula. Ele causa! Ah, e mais um terremotinho de leve pro curriculo. Dessa vez a mesa da escola que balançou! Mas nada comparado ao que rolou domingo passado. Depois, fui almoçar no Wendy’s com a Renata e voltei pra escola pra começar a fazer a presentation (já que ontem eu fiquei sem internet lá em casa e não pude começar a fazer) Fiquei lá até as 16h30 e vim aqui pra Borders (livraria) pra terminar. Amanhã farei a presentation na aula depois do break (às 11h aqui, umas 15h ai pra vocês). Torçam por mim, para que o meu cérebro funcione, as palavras venham na minha cabeça e meus dentes de topeira diminuam XD Pra quem não lembra, eu vou falar da Patre Primordium. To aqui na livraria até agora e parece que to perto do fim. Supostamente eu teria que encontrar a Renata às 21h lá na casa dela pra teoricamente irmos pra uma balada que bomba aqui em San Diego de quinta na Pacific Beach maas, primeiro que eu não sei se vai dar tempo e segundo que eu não sei se to com saco e paciência de encarar balada...