Revista Universo Acústico

Somos executivos, publicitários, jornalistas, músicos, produtores, designers, artistas, videomakers, nerds. Somos seres do universo sonoro construindo um novo conceito de comunicação. Leiam essa descrição comigo e digam se não é a minha cara! Eu posso não estar mais trabalhando diretamente com música mas com certeza essa veia mais “business” dela nunca deixou de pulsar em mim. E nessas idas e vindas das redes sociais vi que uma grande pessoa que tenho como referência no meio, o Miguel DeLaet, estava lançando um novo projeto: a Revista Universo Acústico e quando menos esperei, recebi o convite para ser colunista e compartilhar minhas ideias e causos por lá. E é ~ÓBEVEO~ que eu aceitei, né? Não só aceitei como já comecei unindo os meus dois mundos e o primeiro artigo não poderia ser algo muito diferente de “Músicos x Redes Sociais: 5 questões para você avaliar”. Acessem lá o post e deixem o seu feedback ou escrevam sugestões sobre o que gostariam de ler por ali. E claro, naveguem pelo site e apreciem a proposta! Obrigada família Universo Acústico por me acolher e vida longa e próspera para a nossa parceria!...

Prêmio Deezer ABMI de Novos Talentos

Eu já falei sobre a Deezer aqui e aqui e agora no dia 1º de Agosto eles e a ABMI (Associação Brasileira da Música Independente) lançaram o Prêmio Deezer ABMI de Novos Talentos, uma parceria inédita entre as duas empresas. O prêmio, que já existe em versão francesa há cinco anos, vai revelar os novos talentos espalhados de norte a sul do Brasil. Faz tempo que não escrevo sobre música aqui e shame on me, deveria dar continuidade a série “A banda de um amigo meu…” que eu tinha lá no Garotas Nerds, confesso. Com certeza o Brasil está precisando de algo que movimente essa cena e faça aparecer o montão de banda independente e talentosa que tem por aí. O principal objetivo da premiação é incentivar novos artistas a usarem todo o potencial do digital e do streaming – já que, para fazer a inscrição, é necessário fazer a distribuição digital de suas músicas na Deezer. (genial, não?). Além disso, o prêmio vai dar visibilidade aos artistas independentes já que um júri de grandes nomes do cenário musical brasileiro e o público escolherão dois novos talentos do cenário nacional. Como vai funcionar? 1ª fase Na primeira, cinco júris compostos por profissionais do cenário musical de cada região brasileira escolherá um representante por região, de norte a sul do país. 2ª fase Dentre os cinco finalistas, serão escolhidos dois nomes na segunda fase. Um pelo público, via votação na Deezer, e outro por um júri nacional. Prêmios Artistas dos mais variados estilos musicais podem se inscrever e ao final, os dois ganhadores serão contemplados com 3 mil reais em...

Copeland

Hoje vou falar sobre a primeira vez que escutei essa banda, que me foi apresentada pelo queridíssimo @luisick (ex-Hope), o Copeland.  Eles são da Flórida e “nasceram” em 2001. Lembro-me quando tava no meio da euforia e agitação de ir pra América pela primeira vez, ano passado, e o Sick veio e me disse “quando você tiver no avião escuta essa música”. A música em questão era “I’m Safer on the Airplane” do Copeland. Procurei a música, coloquei no iPod e como levo esse lance de música X sensações um pouco a sério, segurei a curiosidade e não escutei até estar no avião. Em determinado momento da viagem, me lembrei dela e apertei o play. E PQP, literalmente soou como música para os meus ouvidos. Sou meio suspeita quando se trata de banda com letras fodas, violão e vocal com feeling (vide minha paixonite aguda por City And Colour). Achei genial e guardei pra vida. Maaaaas, não foi dessa vez que o Copeland entrou de vez na minha vida. A viagem passou, e a música ficou lá no meu iPod e hora ou outra dava o ar da graça quando eu me arriscava no shuffle e eu sempre pensava: “Cacete de agulha, preciso escutar pelo menos 1 CD inteiro do Copeland”. As vezes acontece isso, não? Você é apresentado a uma banda, mas aquela não é a hora de você conhecê-la. E do nada, o santo simplesmente bate e aí ela começa a fazer TODO sentido na sua vida. Maluco, não? Eu particularmente piro nessas coisas :] Enfim, um belo dia (depois de mais de 1 ano que escutei pela primeira...

Deezer está disponível no Chromecast!

Quando vi o Chromecast pela primeira vez confesso que não dei muita bola e nem fui atrás pra ver o que era, mas agora que ele chegou no Brasil e começaram a pipocar os reviews e matérias sobre ele e foi o post da Mulher Vitrola que me conquistou. Nem vou me atrever a explicar ou comentar porque o post dela tá bem completinho e vale muito a leitura e a favoritada para consultas futuras. E lembram que eu falei da Deezer aqui? Pois bem… Primeiramente um enorme SHAME ON ME já que desde aquele dia eu ainda não consegui me desapegar do Grooveshark e migrar de vez pra Deezer. Já fiz teste em quase todos os serviços de música via streaming que estão disponíveis no Brasil (menos no Rdio) e ainda não consegui me decidir. Na verdade, trata-se de “comodismo digital” (termo genial citado pela @lecamarriot durante uma conversa no Twitter sobre exatamente isso) e quando penso em migrar as playlists, as músicas, e personalizações bate um preguicinhaONA :P   Mas, mais uma vez fui surpreendida pelo Deus da  integração da Tecnologia com a  Música  com esse anúncio da Deezer estar disponível no Chromecast com todas as funcionalidades e  acervo de mais de 30 de milhões de músicas. Uma das novidades desta parceria é a interatividade simultânea com diferentes fãs de música utilizando todos os serviços da Deezer em uma mesma tela Chromecast na sua televisão. E o que isso significa? Significa que com esta nova parceria, o Chromecast transforma o smarthphone em controle-remoto e permite navegar facilmente no catálogo de faixas da Deezer ou ainda descobrir músicas através do FLOW. Como faço para ter? A parceria com Google Chromecast é válida apenas...

Lagwagon – May 16

Hoje é 16 de maio. E todo 16 de maio é dia de escutar e relembrar os bons e velhos tempos de hardcore old school escutando May 16 do Lagwagon. Depois de anos escutando a música hoje achei um vídeo onde o vocalista do Lagwagon, Joey Cape, conta a história da música. Na verdade, ela é e  foi uma maneira de expressar o arrependimento dele diante de uma mancada com um dos seus melhores amigos. A data em questão nada mais era o dia que esse amigo iria se casar e o Joey ,após uma one night stand, acordou no apartamento de uma estranha. Ao olhar pela janela, no parque que tinha na frente do prédio, viu uma movimentação estranha e pessoas celebrando e comemorando um casamento. Casamento esse que ele deveria estar presente já que tratava-se de dois grandes amigos. “Take a step to freedom You and her lothing this cruel world Take a breath of shelter and exhale Trust and allegiance Leberate yourself from...

#100happysongs e o seu precoce fim

Pois é, amigos e amigas do blog… É com muito pesar que estou anunciando o fim da minha saga no #100happysongs. Não é por falta de vontade ou por falta de música, pelo contrário, só acho que escolhi a plataforma errada pra cumprir o desafio. O blog exige um pouco mais de trabalho, não dá pra fazer uma postagem rápida e simplesmente jogar no ar. Eu sou meio chata com isso e prefiro não fazer do que fazer pela metade. Acho que o ideal seria postar no Twitter, se conseguisse resumir o meu sentimento pela música em menos de 140 caracteres. Ou talvez no Facebook, mas apesar de ainda não ter escrito nada aqui, já publiquei no lá no meu perfil do Twitter o quanto não gosto dele. Sendo assim, como diria o ditado: “melhor feito do que perfeito”. Estou em uma fase da vida onde estou treinando mais e mais o medo e a insegurança de dizer não e principalmente, dizer SIM para mim mesma. (e já escrevi sobre isso aqui) então não vou ficar me arrastando e me obrigando a postar só pra completar o desafio. E quando der vontade, volto aqui e continuo. Simples assim! :] Mas, quem quiser saber quais são as músicas que me deixam feliz ainda pode dar uma olhadinha no meu perfil do Last FM. Apesar de ter perdido o hype, é uma rede social que adoro e ainda uso pra descobrir novas bandas e me atualizar do que os amigos estão...