Resenha: Gretchen Filme Estrada

Guest post de um grande amigo que por questões óbvias preferiu não se identificar. Quando pensamos em alguém com sucesso, credibilidade, que tenha mais de 30 anos de carreira, considerada por uma legião de fãs a rainha dos gifs, dona de uma beleza invejável na terceira idade, a primeira pessoa que vem em nossas cabeças é? GRETCHEN, isto mesmo, chora Suzaninha vieira. Para os que acabaram de voltar de marte, segue um breve currículo dela: Vamos a sinopse: A jornada de uma brasileira falida cantora / performer dos anos 80, como ela decide que é hora de uma mudança de carreira e faz uma tentativa de se tornar uma figura política em sua cidade natal, a Ilha de Itamaracá. Como em sã consciência não assistir a uma obra-prima dessas? O filme já começa com um dos slogans politicos mais chicletes que eu já ouvi: “É GRETCHEN!!! É NOVIDADE!!! É DESENVOLVIMENTO!!!”. A autobiografia narrada é incrível: – Há 30 anos é a rainha do rebolado; (still counting…) – Ela rebola em posto de gasolina, circo e baile funk, pelo inteiror e capitais etc. – Rebolou em 8 copas do mundo, 4 papados, rebolou com e sem inflação, antes e depois da internet, pré e pós utopias. TA BOM? QUER MAIS O QUE? Gretchen é uma brasileira TÄO REAL, que parece inventada. Todo mês a cada vazio da agenda, Gretchen repete um roteiro de circus ao redor do Brasil. Apenas ela, sua mitologica bunda e um playback. Tem como ficar melhor? “O filme mostra o final da carreira artistica e o começo da vida politica de Gretchen” HAHA, ela mesma que cita...

Deezer está disponível no Chromecast!

Quando vi o Chromecast pela primeira vez confesso que não dei muita bola e nem fui atrás pra ver o que era, mas agora que ele chegou no Brasil e começaram a pipocar os reviews e matérias sobre ele e foi o post da Mulher Vitrola que me conquistou. Nem vou me atrever a explicar ou comentar porque o post dela tá bem completinho e vale muito a leitura e a favoritada para consultas futuras. E lembram que eu falei da Deezer aqui? Pois bem… Primeiramente um enorme SHAME ON ME já que desde aquele dia eu ainda não consegui me desapegar do Grooveshark e migrar de vez pra Deezer. Já fiz teste em quase todos os serviços de música via streaming que estão disponíveis no Brasil (menos no Rdio) e ainda não consegui me decidir. Na verdade, trata-se de “comodismo digital” (termo genial citado pela @lecamarriot durante uma conversa no Twitter sobre exatamente isso) e quando penso em migrar as playlists, as músicas, e personalizações bate um preguicinhaONA :P   Mas, mais uma vez fui surpreendida pelo Deus da  integração da Tecnologia com a  Música  com esse anúncio da Deezer estar disponível no Chromecast com todas as funcionalidades e  acervo de mais de 30 de milhões de músicas. Uma das novidades desta parceria é a interatividade simultânea com diferentes fãs de música utilizando todos os serviços da Deezer em uma mesma tela Chromecast na sua televisão. E o que isso significa? Significa que com esta nova parceria, o Chromecast transforma o smarthphone em controle-remoto e permite navegar facilmente no catálogo de faixas da Deezer ou ainda descobrir músicas através do FLOW. Como faço para ter? A parceria com Google Chromecast é válida apenas...

Decoração com posters

E eis que  a parede da sala aqui do meu cantinho ganhou uma nova decoração com posters.  Aos pouquinhos estou conseguindo deixar as coisas mais minha cara por aqui e depois da vitória de adquirir um sofázinho, chegou a hora de ajeitar o ambiente para ele. Desde que me conheço por gente e me lembro, as paredes do meu quarto sempre foram repleta de posters. Desde o time de futebol do coração (tricolor êo), até ídolos do esporte e bandas prediletas. Isso na adolescência. Depois de mais velha, as bandas continuaram e alguns posters de filmes também. Mas, agora que sou dona do meu próprio nariz, a história é outra. O que tem na minha parede são lembranças das experiências que me trouxeram até aqui. Algumas delas, claro. Se fosse colocar todas, não ia sobrar parede. 1. pôster do show do Richard Cheese que ganhei durante a turnê com o MindFlow em 2011 2. pintura de um Daruma que ganhei do tatuador americano que fez a tatuagem que marcou a minha turnê em 2011 3. pôster de Buenos Aires, presente do Guilherme. 4. imagem da minha rede social predileta, o Twitter. O pôster original não tinha a minha @, mas coloquei-a no Photoshop antes de mandar imprimir 5. Plank! Quem lembra dele? Personagem de um dos melhores desenhos que já existiu na Terra: Du, Dudu e Edu 6. Quem assiste Dexter vai entender esse pôster e quem não assiste, so sorry! Vai ter que assistir pra entender ;) E pra dar um charme, fiz uma moldura simbólica com as luzinhas de Natal que combinam com a tinta azul bebê original...

Deezer: streaming de graça para todas as plataformas

Cada vez mais sou adepta ao streaming de música ao invés de baixar ou ter o arquivo comigo. Além de ser mais prático e rápido (se a conexão da internet é boa, melhor ainda!) não ocupa espaço e nos dá a possibilidade de ficar mais atualizados ainda na hora de escutar os últimos lançamentos dos artistas. Inclusive tem artistas que lançam material novo primeiro via streaming pra depois colocar a venda ou disponibilizar pra download, o que eu acho ótimo porque as vezes a ansiedade é demais pra conseguir esperar os meios legais viabilizarem o material. Como sou velha de guerra, comecei nessa vida como a maioria (acho) e desde então só usava o Grooveshark pra escutar música online. Depois, quando viajei pros EUA, tive a oportunidade de usar o Spotify e agora que tenho um Lumia tentei o app nativo da Nokia, o Mix Radio. Mas, nenhum deles supriram minhas reais necessidades musicais. Um não tem uma vasta biblioteca musical e nem app pro meu celular, o outro ainda não está no Brasil e o terceiro está no meu celular, mas ainda é limitado quando o assunto é personalização de playlist. O ideal seria um serviço que pudesse unir o melhor dos três e me dar uma experiência única e personalizada, mas não encontrei ate então. Eu disse até então pois estou prestes a entrar no mundo Deezer e comprovar se ele veio pra ficar na minha vida.  Depois que li a notícia de que poderia acessar rádios personalizadas e as músicas disponíveis sem restrição de tempo e em qualquer dispositivo, o coração balançou. E balançou mais um pouco quando...

Faça um mural usando pregadores de roupa

Era uma vez uma parede sem graça, um varal de 1,99 quebrado com uns pregadores de roupa sobrando e fita adesiva. Em um momento “preciso fazer algo no cantinho, mas sem gastar nada” eis que o ócio produtivo de domingo vem juntar todos os elementos e transformar a parede que fica atrás da TV em um mural lindo cheio de fotos da família pra ajudar a matar a saudade. :] #comofas? Muito simples: – pegue a fita adesiva (aquela dupla face fofinha também conhecida como fita banana) – corte uma tirinha um pouco menor que a largura do pregador – cole o pregador na parede ou onde quiser – pendure fotos, bilhetes, imagens, posteres e o que mais quiser – seja...

Criciúma: 5 coisas para fazer na minha cidade

Quase nos 45 do segundo tempo e olha eu aqui participando do “Meme Rotaroots – 5 coisas para fazer na minha cidade”, mas vamos lá! Quando vi o tema, pensei: “ok, mas vou falar de qual cidade?” Resumo da ópera? Nasci em São Paulo, até 7 meses atrás morava em São Caetano e agora sou moradora de Criciúma. (se quiser saber mais tem a história na íntegra aqui) E escolhi ela, afinal, arrumar 5 coisas para fazer em São Paulo ou até mesmo São Caetano que é ali do lado fica fácil. Agora arrumar  5 coisas para fazer em Criciúma não é tão fácil assim. Quer dizer, pra quem mora aqui desde sempre pode ser, mas pra mim que to acostumada com o mundo de possibilidades da cidade que não dorme, não. Então sem mais delongas, aí vamos nós! 1. Comer Se tem algo que não falta pra fazer aqui na região é sair pra comer. O carro-chefe é o famoso “x-salada”, seguido dos rodízios de pizza e dos buffets estilo coma-o-quanto-conseguir-comer-até-não-aguentar-mais. Seguindo as categorias acima, destaco os meus prediletos: – Señor X: você escolhe a “base” do x-salada e depois pode se servir em um buffet de “recheios”. Destaque para o “Señorzito” (pão, hamburguer, queijo e presunto + fritas pequena por R$10). – Cantinho da Massa:  terça a domingo – janta (buffet de massas e saladas acompanhado de rodízio de pizzas salgadas e doces por R$25,90) sábados e domingos – almoço (buffet de massas e saladas acompanhado de rodízio de carnes grelhadas e deliciosas sobremesas por R$ 37,90) – Hamburgueria 1335: vale cada centavo e os lanches são deliciosos! Vi no GNTB que...